Pesquisar este blog

domingo, 2 de outubro de 2016

Memória: BENTO MACIEL PARENTE



O português BENTO MACIEL PARENTE foi o primeiro donatário da CAPITANIA DO CABO DO NORTE, criada em 1637. Desconhece-se o dia de seu nascimento. Sabe-se que ele faleceu em 12 de fevereiro de 1642, quando estava prisioneiro dos holandeses, a caminho de Pernambuco. Em 18 de julho de 1621, e é promovido a capitão-mor do Pará por atos de bravura, entre eles as expedições bem sucedidas contra os invasores do Cabo do Norte. Em 23 de maio, em atendimento às denuncias feitas por Maciel Parente às coroas portuguesa e espanhola, chega ao Cabo do Norte com Luis Aranha de Vasconcellos, com a missão de fazer o reconhecimento do “rio das Amazonas” nas imediações do Cabo do Norte, e expulsar os inimigos.

Ao partir para o forte holandês de Mariocai, as tropas de Luis Aranha são cercadas pelo inimigo. Bento Maciel, Pedro Teicxeira, Ayres Chichorro e Salvador de Melo, com 70 soldados e mil indios flecheiross, vão em auxilio de Aranha de Vasconcelos. Dividindo-se o grupo em duas partes, segue Pedro Teixeira com um grupo pela margem direita do Amazonas. Na margem esquerda encontram-se abandonadas outras fortificações holandesas. Em Mariocai conquistam e incendeiam as defesas, e ali foi levantado o forte de Santo Antonio de Gurupá. Em 30 de agosto de 1623, Parente recebe, da junta de Guerra do Conselho das Indias, reunida em Lisboa, a missão de expulsar invasores da região do Cabo do Norte.

Em 1626 (8 de agosto) recebe a incumbência direta do rei Filipe IV, de Portugal e Espanha, de explorar o rio Amazonas. Em 1637 (14 de junho), recebe do mesmo rei a Capitania do Cabo do Norte, criada nesta mesma data. Em 27 de junho é nomeado governador do Estado do Pará, a quem a terras do Amapá estavam anexadas. Em 1638 (27 de janeiro), após receber do rei espanhol a posse da Capitania, chega a S. Luis, instalando, em 27 de fevereiro, em Almeirin, a sede da nova Capitania.

            Em 1º de dezembro de 1640 é restaurado o reino português, após 60 anos de dominio espanhol, com a aclamação de D. João V, da dinastia de Bragança, mas Bento Maciel só sabe da noticia em junho de 1641. Em 25 de novembro de 1641 uma esquadra holandesa de 19 embarcações, enviada pelo principe Mauricio de Nassau-Siegen, chega em São Luis. Parente é feito prisioneiro e enviado a Pernambuco. Não resistindo à viagem, devido às torturas, falece em 12 de fevereiro de 1642

Nenhum comentário:

Postar um comentário