Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

A historia dos Missionários da Sagrada Familia



Foto: Padre Julio Maria Lombaerde, o mais famoso dos missionarios da MSF 
       
  O ano de 1911 marca a vinda dos primeiros missionários da Sagrada Família (MSF) para residirem em Macapá. Esses primeiros religiosos MSF foram João Henrique Paulsen, Hermano Elsink e irmão Boaventura Hammouche, que deram por fundada oficialmente a comunidade em 14 de agosto. Esses padres permaneceram com a gente até 1948, quando passaram a região para o comando do Pime (Pontifício Instituto das Missões). Em 1912 chega o quarto padre: José Maria Lauth, para assumir a função de superior local, ficando aqui até 1923.
De todos esses missionários, o que teve maior atuação foi o padre belga Júlio Maria Lomberdi (* 1878 – Werghein, na França; + 1941, Manhumirim, Minas Gerais, Brasil). Padre Júlio chegou em Macapá em 27 de fevereiro de 1913 para assumir a função de vigário da Paróquia de São José. Em 1916 funda a Congregação das Filhas do Coração Imaculado de Maria, entregando o hábito às duas primeiras postulantes, na capela de Santo Antonio em Belém. Foi durante o governo do padre Júlio que apareceram os primeiros protestantes em Macapá.
          A Congregação das Filhas do Coração Imaculado de Maria, obra do padre Júlio, passou a funcionar em Macapá a partir de 13 de dezembro de 1916, constituída de religiosas que passaram a assessorar o sacerdote nos trabalhos de pastoral da juventude e da catequese da criança.
          A atuação do padre Lombarde se deu também na cultura. Foi ele quem fundou o primeiro cinema em Macapá, que passou a funcionar próximo à igreja de São José (Não confundir com o ex- Cine João XXIII que iniciou a partir de 1963 com os padres do Pime). Vários artigos sobre a vida, o cotidiano e a história da cidade, ilustrando as páginas do jornal Correio de Macapá, foram de autoria desse padre belga, hoje guardados por colecionadores particulares, constituindo documenta´rio importante.
          Além de Lombardi, outros sacerdotes vieram engrossas a turma dos missionários da Sagrada Família, como Teodoro Werbeck, que chegou em 1920 para atuar nos serviços de pastoral paroquial, permanecendo com a gente até 1934. O padre Francisco Gemig veio em 1924, e assumiu a saída da Congregação das Filhas do Coração Imaculado de Maria, fundada por seu colega Lombardi, para Icoaraci.. Em 1931 chega o padre Felipe Blanke para o governo da paróquia de São José de Macapá, permanecendo até 1947. O padre Blanke assistiu à chegada do primeiro governador do Amapá, Janary Nunes. Em 1933 chega Antonio Schult, permanecendo até 1948.
          O período compreendido entre as duas guerras mundiais massacrou profundamente a vida missionária do Amapá, principalmente os padres de nacionalidade alemã. Em 1942, foi preciso uma intervenção do arcebispo de Belém para que o delegado de polícia da capital paraense concedesse salvo-conduto aos padres alemães, para exerceram seu ministério. Sacerdotal. E os missionários da Sagrada Família foram substituídos pelos padres do Pime, que chegaram a partir de 1948.

Nenhum comentário:

Postar um comentário